30 de março de 2011

>> Momentos de lucidez

web
A ilusão de toda vitória é imaginar que tudo quanto está por vir será fácil; a ilusão de toda derrota é imaginar que tudo será difícil e desanimador.

Vitória e Derrota, são duas faces de uma moeda: o eterno ciclo da vida existencia humana é superável com atividade espiritual, seja com aplausos ou insultos, nada mais nem menos.

Enquanto nós empreendermos ações apegadas aos frutos, continuaremos enredados na interminável roda que alterna vitórias e fracassos. Uns sobem, outros descem; todos são pessoas comuns, mas há também os heróis e horoínas que enobrecem a espécie humana inteira.

É preciso perceber os dilemas com que as pessoas próximas lidam, porém, nunca é bom pressioná-las, mesmo porque ninguém gosta que a sua própria alma seja pressionada por confessar seus problemas.

As vezes é preciso sair de cena, principalmente quanto percebemos que a nossa presença é indispensável para algumas pessoas; é necessário dar-lhes a liberdade de voar sozinhos.

Viver ou agir sob pressão não ajuda a melhorar o ser humano em sua existencia social, moral, humana. Muito menos a sua alma.
Melhor é a retirar-se e dar ao outro a oportunidade de reflexão.

sonia.

>> QUEM SOU EU??

web
Quem sou eu? Quem é Deus? Passei um tempo lendo, refletindo, observando as pessoas e suas açoes/reações, e encontrei nas minhas leituras uma passagem interessante da criança e do idoso.

Vejam:
Um paciente idoso que estava saindo de uma crise psicótica, abatido pelas rejeições sociais, queria ansiosamente ver DEUS. Saindo pelas ruas, parou numa praça e viu uma criança que corria livremente, parecendo a mais feliz do mundo.

De repente, a criança, parou diante dele, fitou-o e abriu um sorriso radiante, singelo e meigo. Os olhares se cruzaram gerando um momento mágico. Extasiado, o paciente voltou para casa e disse aos seus familiares que vira Deus e que ele estava na pele de uma criança. Pensaram em interná-lo novamente.

A criança, por sua vez, chegou em casa com o rosto iluminado. Correu até o seu pai, abraçou-o alegremente e disse-lhe também que tinha visto DEUS.
Perturbado, o pai indagou:"Quem voce viu? Quem era ele?"
Com entusiasmo, ela descreveu um homem de cabelos soltos e brancos. Seu olhar era penetrante, muito distante e ao mesmo tempo muito próximo. Parecia muito estranho e tão dócil, e tinha uma ternura indescritível. O "psicótico" e a criança viram DEUS nos gestos e olhares um do outro.

O amor tem uma capacidade muito maior de imprimir marcas e traços do que os pincéis, lâminas, notas musicais e as idéias.
Mas como posso amar os outros se não tiver uma relação afetiva e carinhosa comigo mesma e minha própria existencia.


" Estou lendo, refletindo, revendo toda a história da minha vida, aproveitar as boas experiencias, e descartar os acontecimentos, momentos, pessoas, que por mim passaram, e nada de bom deixaram, para que eu possa melhorar o passo a passo da sabedoria."


Obs: Os quatro primeiros parágrafos desse texto, é parte do Livro "A Sabedoria Nossa de cada dia", do autor "Augusto Cury".






17 de março de 2011

>>HOMENS / DIA INTERNACIONAL.

web E porque não?
Comemoramos desde o primeiro dia do ano várias datas específicas, nem bem acabou o Carnaval os Hipermercados, lojas, estão repletos de Ovos de Pascoa e chocolates. Entre todas essas datas tem Dia dos Pais, mas para os homens que são papais, e os outros? Sem os homens o que seria das mulheres e crianças...
Um paraíso!

Mas vamos lá, colacarei em destaque o estado civil.

Dos Homens Solteiros:
É o que a mãe criou para o mundo, ensinou a guardar seus objetos pessoais em ordem, não meter as mãos nas paredes para não sujar a pintura, lavar louças e talheres, usar um copo, lavar e retornar ao lugar onde estava. Não pode fazer coleção de copos para os outros lavarem. Futuramente será o marido ideal, vai auxiliar a esposa nos afazeres domésticos. E também não é para ficar abusando de mocinhas, porque não gostaria que um"marmanjo" fizesse isso com a irmã dele.

Dos Casados:
É o solteiro recém-casado que deverá agir com a esposa conforme a mãe orientou colaborando em tudo: serviços domésticos, leva e traz para o trabalho e a faculdade, incentiva a esposa tirar carteira de motorista, trata a sogra com carinho, vai ao supermercado sem reclamar, lavar os carros, calibra os pneus e abastece.( com o dinheiro dele )
Jamais sequer pensará em trair a esposa, porque não aceitaria isso de seu pai em relação a sua mãe. A teoria é essa.

Dos Divorciados
É extremamente prudente, porque já se "lascou" com um casamento, estará procurando uma mulher tranquila, boazinha, trabalhadeira e que não reclama de nada. Ela toma as rédeas da casa e faz tudo sozinha. Eita vida boa.

Dos Solitários
Também é prudente, provavelmente já "descasou" mais que uma vez; gato escaldado tem medo de água fria. Seus relacionamentos são rápidos, descompromissados, é altamente alérgico a palavra "casamento".

Dos Espertos
Esse é aquele que a mulher reconhece num "tic", ele é o famoso "bico doce". Elogia a mulher para fazê-la sentir-se a "rainha da cocada", é gentil, convida para passeios, cinemas, viajens, enfim, é um "expert" conquistador.
Só tem um defeitinho: está sempre esquecendo os cartões em casa, carro está com pouca gasolina...

Mas, sem excessão, eles merecem o Dia deles, afinal se eles não existissem como faríamos nossos Lindos e Abençoados filhos? Aquele com os quais nos preocupamos todos os dias de nossa vida, e para sempre.

E viva o Homem!!

sonia






12 de março de 2011

> > DEIXANDO A CRISE PASSAR

web
Diante de tantas notícias arrasadoras logo no início do ano, creio que a minha crise existencial não é grave, e lembrei que alguém me disse: "Quando tiver um problemão, dissolva-o em pequenos problemas, e procura calmamente resolver um de cada vez...

Nada está em perfeita ordem, aliás, está tudo em tremenda desordem.

A reflexão me levou a reconhecer erros irreparáveis, situações não resolvidas, histórias mal acabadas...

Mas, diante da tragédia do Japão onde o repórter narra: Ondas de mais de tres metros de altura, arrastando carros, casas, embarcações, tudo misturado e entre essa desgraça toda, dá para ver alguém desesperado dentro de um carro gritando..

É difícil ficar alheia ao desespero das pessoas envolvidas nesse acidente avassalador.

Ouvi declarações de cientistas, geólogos, que desde o ano de 1500, 1700, já havia tsunamis e nessas duas épocas, as mortes chegaram a 200/300 mil pessoas.

Explosão de usina nuclear...

Ameaça iminente de contaminação de grande proporção, isso é grave. Em outras situações como a de Tchernobil, pessoas sofriam decomposição em vida. Que coisa triste... Imagine um ser humano se decompondo vivo...

Eu que conheco bem uma UTI e os sofrimentos que levam o homem a exaustão, a um estado de doença tão grave que não há mais nada a fazer para minimizar o sofrimento e a dor...

É um sofrimento ímpar, só quem passa ou vê é que consegue avaliar quanto essa dor, como dói...
Somos seres vulneráveis!

O clima tem mudado a cada ano, com muito calor, chuvas, desmoronamentos. Parece que a atmosfera está bagunçada. Ou melhor o homem "bagunçou" a Natureza e ela reagiu...

Como estará esse mundo daqui uns 30 anos? Creio que não saberemos dessa resposta, ficará para nossos filhos...

abraços,

sonia.

1 de março de 2011

>> CRISE EXISTENCIAL

web

Acredito que tem um momento na vida das pessoas, em que é preciso dar "um tempo", quando entra em crise existencial.

O que é a "crise existencial"?
Eu acredito que são os sintomas que eu sinto na rotina de meus dias: acordo cedo, tomo banho, vou trabalhar porque é preciso, perdi as referencias e motivações, e nem sequer tenho vontade de viver.


Seria bom demais não precisar acordar amanhã, e nunca mais.

Eu estou em crise. Não sei quem sou eu para mim. Nem quem sou eu para as pessoas, apenas, sei que o meu esforço de trabalho em torno de 16 anos na saúde pública foi jogado no lixo.

E lá eu fiquei. E quem viu, jogou mais um pouco de restos em cima, para me enterrar viva.

Vou ficar um tempo sem aparecer por aqui. Não sei quanto. Abraços, sonia.