18 de dezembro de 2011

>> Plano de Cargos, Salarios, e Carreiras no SERVIÇO PÚBLICO

web  Paço Municipal de Campinas

Toda instituição pública tem um PLANO DE CARGOS, CARREIRAS, E SALARIOS que nem sempre é esclarecido de maneira correta aos funcionários. Atualmente o cidadão que é aprovado em Concurso Público é convocado para assumir a função oferecida e tem que apresentar muitos documentos e realizar o EXAME ADMISSIONAL, e somente é funcionário efetivo após 03 anos, que é chamado de período PROBATÓRIO.

Então durante esse tempo não é considerado como ascensão profissional os CURSOS que o funcionário apresentar. Apenas é válido o diploma e/ou certificado, historico escolar, para assumir o cargo para o qual prestou concurso, e que consta como grau de instrução exigida para tal. 

Porém, durante esse tempo, o funcionário deve se preparar com outros cursos, que serão aceitos após esse PERÍODO PROBATÓRIO, como mestrado, doutorado, e cursos  co-relacionados com a sua função, como as especializações.
Quando a instituição oferecer a oportunidade de cargos, carreiras, o funcionário deve ficar atento às regras utilizadas para aproveitamento de seus diplomas e cursos referidos acima.

É bem verdade que para ter um bom salário é preciso aproveitar a oportunidade e fazer tantos e quantos cursos forem oferecidos pela instituição, ou fóra deles. Alguns professores são privilegiados em algumas prefeituras, pois, estes tem a oportunidade de fazer valer para aumento salarial significativo, um curso por exemplo de PEDAGOGIA, MESTRADO, DOUTORADO, e com certeza terá um bom salario. 

Aqui na minha Secretaria de Saúde Municipal de Campinas, apenas os médicos e enfermeiros tomaram conhecimento desses "meios" de melhorar seus salários porque são profissionais que estão sempre sendo convocados para "reciclagem profissional", especialização, etc..

Isso ja não acontece com os auxiliares e técnicos de enfermagem, que se envolvem completamente no trabalho, com uma carga horária cansativa, e na maioria das vezes costumam fazer muitas horas extras por conta do salário baixo que recebem> por falta de informação por parte de seus gestores que só olham para seus próprios umbigos.

É uma realidade muito triste mas é verdade mesmo. 

Eu mesma perdi a oportunidade de melhorar meus salários por deixar de apresentar certificados de aperfeiçoamentos em cursos de enfermagem, com isso meu salario ficou "estagnado" e só agora que fui para no setor BUROCRÁTICO no Paço Municipal, onde todos sabem de tudo, tomei ciencia de toda essa parafernalha, e resolvi fazer esse texto.

Lamentável, porque agora é tarde, logo quero me aposentar, e de nada mais valerão qualquer curso para melhorar meus proventos. 

Esse fato é extensivo a todos os funcionários que trabalham para a prefeitura mas estão locados em outros locais que não o Paço. São os funcinários operacionais, em todas as funções pertinentes. 

Enquanto nesse país houver chefes, supervisores, gestores, CEGOS para ascensão de seus funcionários, teremos idosos mendigando medicamentos nos CENTROS DE SAUDE, que nunca tem o que eles precisam. 

Voces já viram FARMACIA DE CENTRO DE SAUDE  fechada "em horario de almoço"?????

Pois acreditem, aqui em Campinas TEM!!!!! 

e mais: falta medicação porque a Prefeitura não pagou os fornecedores, e os mesmos pararam de entregar os medicamentos.... e nem há previsão de quanto tempo isso volta ao normal, porque simplesmente a PREFEITURA, está sem PREFEITO...

Aquele que está na cadeira de PREFEITO, foi colocado lá, mas por estar envolvido com CPI DA CÃMARA DE VEREADORES, ja saiu, já voltou, e vai sair de novo. Cada vez que isso acontece, traca-se de Diretores de Secretarias, assessores, e outros tantos mais. E assim vão se revezando num vai e volta que ninguem entende.

Daí não são feitas as LICITAÇÕES PARA COMPRA DE PRODUTOS pára a saúde, educação, e os outros departamentos. A prefeitura não é somente o PAÇO MUNICIPAL, são também, os hospitais públicos, 45 postos de saúde, departamentos de limpeza, jardinagem, manutençao de ruas e avenidas, coletas de lixo, etc...


                                      

texto baseado nas informações dos jornais da cidade de campinas sp
Postar um comentário