16 de dezembro de 2013

SORRIR SEMPRE

Sorrir é um santo remédio! Sorria da vida e para a vida, voce fica feliz e deixa as pessoas a sua volta mais felizes também > um sorriso abre portas, facilita a comunicação, a interação, e ainda faz bem a saúde. Ele movimenta dezenas de músculos da face e do abdome, bombeia mais sangue pelo corpo e alivia a tensão.

É necessário aprender a gostar daquilo que se tem, seja seu trabalho, família, vizinhos e até dos seus próprios problemas, lidando com eles usando pensamento positivo, assim estará sempre passando mensagens positivas a seu próprio respeito. Rostos felizes provocam outros,  e na verdade é isso que todos nós queremos, estar sempre rodeados de pessoas felizes.

Não perca seu bom humor:
> veja o lado bom das coisas
> acredite que nenhum sofrimento é eterno
> valorize tudo que já conquistou
> guarde as boas lembranças
> veja se não está exagerando com seus problemas
> aprenda com seus erros
> sorria mesmo que estiver sozinha
> não seja irredutível, não existem verdades imutáveis
> abra-se ao novo
> tenha na mente que nem tudo é como gostaríamos 
> assista uma peça teatral, uma boa comédia
> reserve um tempo só para voce
> aceite seus defeitos e os dos outros também
> tenha um animal de estimação
> cante no chuveiro
> faça cada dia um novo aprendizado
> à noite ao deitar-se fale com Deus! 

Eu sei que não é tão fácil assim, principalmente nos tempos atuais em que as pessoas mal se cumprimentam, parece que cada um vive somente por si mesmo. Mas tente conversar pelo menos voce estará fazendo a sua parte. E não se decepcione se ninguém lhe der ouvidos, o importante é que voce tentou! 

Não deixe que o mal humor das pessoas contamine o seu dia, voce tem somente ele para viver o hoje, porque amanhã somente Deus conhece.

Boa semana, 

Sonia. 

3 de dezembro de 2013

>É assim a vida do homem na terra

Dorme! Meu filho lindo dorme sossegado quem lhe vela sou eu!

Há exatamente 31 anos, eu cantava essa canção de ninar, para meu querido filho que hoje comemora seu aniversario.
Nós sentimos o tempo passar à medida que nossos filhos vão comemorando seus aniversários, casam-se, e tem filhos.

É assim a vida do homem na Terra, nascer, crescer, ter filhos, netos, e envelhecer, às vezes com sabedoria e saúde, outras com uma incrível tendência a sofrer todos os percalços que a vida reserva no decorrer do tempo, a cegueira psíquica pode acabar com a nossa esperança.

Algumas pessoas têm a sorte de realizar seus sonhos, casar com a pessoa certa, ter muitos filhos, enfim, esse seria o ciclo ideal, mas tantas outras passam a vida curtindo decepções que marcam para sempre.

A vida não é mesmo feita somente de acertos, às vezes é preciso errar para enxergar melhor as situações que se apresentam; há momentos em que pensamos ser a vida que vivemos tão sem sentido! Mas pode ser apenas um engano, ilusões que afrontam nossos dias parecendo nos oferecer uma felicidade maior, e pode ser um engano incorrigível.
Foi assim a minha vida.

Posso lhe dizer com certeza que não adianta remoer o passado e ficar procurando entender onde errou e porque, afinal já acabou mesmo. Quanto ao seu presente, está faltando a você encontrar mais prazer nos seus dias, nos momentos em que pode desfrutar da companhia das pessoas.

E para desfrutar dessas companhias é preciso esquecer um pouco os defeitos alheios e olhar para os nossos próprios, porque você sabe que ninguém é perfeito em tudo que faz, fala, ou espera.

Assim, filho tenho muita fé porque é jovem e com uma bela perspectiva de um futuro brilhante que a sua vida seja daqui para frente de muitos acertos, muitas alegrias, e como nós dois conhecemos tudo que já vivenciamos juntos, espero que lhe sirva de exemplo e lhe desejo toda a felicidade do mundo, e que você não cometa os mesmos erros que a sua mãe cometeu.

Talvez a tão sonhada felicidade esteja no lugar onde a colocamos!
A felicidade pode estar caminhando junto e não a enxergamos!

FELIZ ANIVERSARIO! Deus abençoe a sua vida!




18 de novembro de 2013

QUEM GANHOU, QUEM PERDEU

"Tem dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu..."

Mais um ano chega ao fim, e com ele a idade e qualidade de vida também. Tenho me enfiado no trabalho exaustivamente para não precisar parar e pensar no que foi a minha vida até o momento.

Na verdade tento me enganar de que vivi. O que? O melhor período da minha vida jogaram no lixo sem eu pedir. O olha que demorou para chegar, desde a minha mocidade vinha sonhando uma vida que eu tive e perdi por interferência familiar, questões de família.

Sempre tem família querendo achar o que é melhor para a gente.

Nem sempre o que é bom para alguém, é para os outros, na verdade eu não pedi para ninguém tomar conta da minha vida, mas foi bem isso que aconteceu.

A outra parte, não teve coragem nem força suficiente para segurar a situação e partiu para outra mais vantajosa. 

E eu fiquei aqui. Sozinha!

Sonia. 

11 de novembro de 2013

DESCASO COM IDOSOS


Eu já abordei esse assunto nesse espaço por várias vezes, constatei e tenho visto muitas famílias não tratarem adequadamente seus idosos.

Isso está acontecendo dentro da minha família. Tenho um pai querido, que está no momento com 91 anos, 7 meses, e 16 dias, como ele mesmo gosta de dizer, e infelizmente tem sofrido muito
nos últimos tempos.

Já quis trazê-lo para morar comigo, mas os velhinhos se apegam ao seu lar de tal forma que prefere ficar onde está ruim, do que sair de lá e deixar tudo para trás, afinal nada mais a essa altura da vida vale a pena, muito menos  um sofrimento familiar.

Ocorre que a esposa dele, 18 anos mais jovem, está descuidada dele não se importando com sua alimentação, seu estado geral de enfraquecimento devido a idade avançada.

Entendi que é mais ou menos assim: se quiser comer faça! Imagine, o meu pai adora bolos, e ela sempre fez para ele, mas de um tempo para cá, desde que ele e a filha dela se desentenderam ela descuidou disso e de muitas outras coisas. Olha que absurdo, essa mulher me disse: ele não come bolo porque não quer, eu o ensinei a fazer mas ele não aprendeu. Então compre pronto. 

Sei porque ele me contou, que a mesma o manda ir ao supermercado três vezes ao dia, todos os dias, inclusive e principalmente nos finais de semana, enquanto que ela para se locomover uma, duas, ou três quadras utiliza um automóvel.

Para acessar o supermercado ele tem que atravessar uma avenida extremamente movimentada e perigosa, que liga Jundiaí a Várzea Paulista, e Campo Limpo Paulista. Diz ele: fica sossegada minha filha, eu não sou bobo não, eu atravesso na faixa de pedestres quando o sinal fica fechado para os carros, mas mesmo assim eu olho bem para ver se estão todos parados mesmo, e se não vem uma motocicleta passando sinal vermelho.

Segundo consta a então sua esposa,  não consegue carregar uma sacolinha de supermercado por causa de problemas na coluna! Mas consegue andar de sapato de salto alto, carregar uma bolsa grande e pesada para ir a Igreja todos os domingos a tarde. Nada contra, mas a meu ver ela está é na contramão. 

É aquele tal negócio, fazer serviço doméstico eu não posso, mas ficar duas a três horas sentada na Igreja não dá dor na coluna...E também andar na rua batendo de porta em porta pregando a doutrina de Jeová, também não cansa.

Cansa é cuidar do Idoso, aquele que a 33 anos casou com ela, lhe deu uma bela casa para morar, sustentou todos os seus caprichos, gasta atualmente mais de 1200 reais de convenio médico e medicamentos controlados, porque a pobre mulher NÃO DORME.

Não dorme acho que de consciência pesada.

Mas eu creio em Deus, embora não fique horas sentada ouvindo a palavra, e acredito que Ele vai me fazer convencer meu querido pai a vir morar comigo, e ter uma vida decente, que ele merece, já sofreu demais. 

sonia.  

4 de novembro de 2013

> Síndrome do Pânico > ou Oportunistas.


Oportunismo é a caça por uma oportunidade da qual se pode tirar proveito para favorecimento > os oportunistas são os bajuladores, pessoas mesquinhas que se põem como cães sempre ao lado das pessoas que possam lhe oferecer alguma coisa boa, como boa vida, bom carro, casa, comida, e ainda concorda com algumas pequenas mesquinharias.

Por exemplo, o empregado oportunista, geralmente aponta erro dos companheiros para seu chefe buscando agrados e favorecimentos, como vantagens e prestígios.

São pessoas que valem muito pouco, se vende por preços baixos demais dentro de um esquema pessoal de levar vantagens sempre. Geralmente sentem-se inferiores a outras que possuem melhores condições de cultura e status social, gostam de aparecer e fazer gentilezas utilizando o “chapéu do outro”.   

 Existem oportunistas em todas as esferas sociais, mas a pior dela é o homem que vive com mulher por interesse financeiro, social, religioso, ou seja, lá por qual motivo for com certeza será mesquinharia.

Há vários homens que vivem literalmente “à custa de mulheres” e se preciso for até utilizam desculpas de sérios problemas psicológicos, como a SÍNDROME DO PANICO.

Tem a síndrome inclusive para trabalhar: quem sai sem medo nenhum de casa para enfrentar “o batente” é a mulher, que ainda sente pena do coitadinho, lhe paga todas as despesas, e ainda entrega seu cartão de crédito. E aí aproveitam até para dormir até bem tarde por conta de síndromes de pânico ao levantar cedo, deixam a mulher lavando carro sozinha em frente à casa, os vizinhos presenciam a cena e sentem pena.

Aliás, quem não tem pena da mulher do portador de SÍNDROME DO PÂNICO? A síndrome que se manifesta apenas para sair a trabalhar.Para passeios, e gastos extravagantes em shoppings ela desaparece. Será que alguns homens dizem que tem a síndrome do pânico, mas na verdade sofrem mesmo é de “Síndrome da Pouca Vergonha”, e não valem nem a cueca que vestem?

Bela porcaria de marido tem você que é casada com um destes, oportunistas.

Porque a Síndrome do Pânico mesmo é uma doença psiquiátrica grave que acomete pessoas, porém, há antecedentes hereditários. Quem sofre mesmo dessa doença, não sai de casa de jeito nenhum, tem que fazer um acompanhamento médico psiquiátrico e psicológico durante muito tempo. Casos de doenças constatadas estão à parte dos comentários contidos nesse texto, que na verdade retrata alguns relances da realidade que eu conheço, com pessoas com as quais convivi ou estão por perto ainda. 

Sonia..



12 de outubro de 2013

SUS - SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE.

imagem web
SUS – SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE?

Não! 
SUS – SEU ÚLTIMO SUSPIRO.
Os dependentes desse sistema falido pelas falcatruas do Governo, pelo descaso de atendentes e profissionais de saúde deixam uma fila enorme de espera para atendimento devido à burocracia do PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA. Que nunca funcionou e já deveria ter sido enterrado. 

Entre muitos casos passarei a descrever um que aconteceu dentro da UNICAMP – Universidade Estadual  de Campinas, dizem que modelo de Ensino!

Um paciente com doença grave de visão, consultou um oftalmologista particular, outro do convênio dos funcionários do Estado – Inamps e ambos o encaminharam para a UNICAMP.

Conseguiu marcar uma “triagem”, porém não teve sorte desde sua entrada naquela instituição. Vejam:
Atendente: Sr. Henrique M. Dias.
Paciente: Bom dia sou eu!
Atendente: O senhor mora onde?
Ø     Aqui em Campinas
Ø     O senhor está mentindo! Onde mesmo que o senhor mora?
Ø     Em Campinas!
Ø     Onde? Nome da rua, CEP, Bairro, e Cidade,
Ø     Moro sim senhora, na Rua tal, CEP tal, Campinas!
Atendente: É está certo, mas muita gente vem aqui mentindo o endereço. Mas o senhor não poderá ser atendido porque o seu encaminhamento é de medico particular, e de convenio. Precisa passar num clínico geral da UBS Básica, que encaminhará o senhor para um oftalmologista da Rede Pública.

Mas senhora, o oftalmologista já me mandou direto para cá porque meu caso é grave, estou com sangramento em fundo de olho e posso perder a visão, apela o paciente já desesperado.

Sinto muito, faz o que eu disse e volta!
Por favor, senhora não faz isso, os dois médicos me mandaram para cá porque o caso é grave! Reafirmou o paciente.

Siga as orientações que já lhe dei!

Agora, vem o drama: para marcar consulta na UBS tem que fazer triagem com a enfermeira, que avalia se realmente precisa de clinico geral mesmo. E se precisando tem que aguardar pelo menos de 30 a 40 dias para consultar.

Nesse tempo de espera, acrescenta mais um tanto igual para conseguir a tal consulta com oftalmologista da Rede Pública.

O paciente é funcionário público da área da saúde (ou da doença), está desesperado porque já não está enxergando com o olho esquerdo.

Esse é o nosso sistema de saúde em Campinas SP.


Se alguém puder ajudar entre em contato com telefone 19 37725829 ( Centro cirúrgico do Hospital Municipal Dr. Mario Gatti). O paciente é funcionário!

Sonia. 

4 de setembro de 2013

O MUNDO ESTÁ DOENTE?

O mundo está doente!                          imagem: web


As pessoas estão doentes e essa obrigação de ser feliz o tempo todo está acabando com elas: a compulsão de sempre ser perfeito, corpo, beleza e etc. 

No fundo o coração está fora de forma, o espirito e a alma vazios .

É sempre a mesma coisa , pequenos momentos , fantásticas fotos e aquele vazio. Não estou generalizando, mas é o que tenho visto, as clinicas de terapias estão cheias, esses profissionais ganhando rios de dinheiro para tentar curar um conflito da alma que nós não sabemos como fazer. 


Talvez o mundo tenha entrado demais dentro de nós,  e o simples já não é essencial > o erro está em nos preocuparmos demais com o exterior, na perfeição, comparar as nossas com outras vidas, e dedicar-se demasiadamente em sites de relacionamentos.


Precisamos acordar  e recuperar o velho calor humano , as boas tardes de café , e aquelas bobagens ditas em uma calçada . Ainda há tempo !!
Precisamos de gente, de vida , de abraços ...


Precisamos ser simples , e mesmo que alguém pense que não , dependemos constantemente de Deus !!


Texto: Da minha amiga Dayane, com pequenas alterações. 


Sonia. 

29 de agosto de 2013

> AS VIOLÊNCIAS >

Ao abrirmos um jornal, ou uma revista, e mesmo assistindo noticiários, nos deparamos com uma enorme avalanche de casos escabrosos de violências contra as pessoas.

Hoje aconteceu um assalto a residencia de idosos aqui em Campinas SP, cujo bandido foi baleado duas vezes, mas erva ruim geada não mata. Pior que isso é que o mesmo foi parar na emergência cirúrgica do hospital onde trabalho, e por questões éticas e humanitárias o mesmo foi tratado com muito carinho e atenção por parte de toda a equipe.

Vale dizer que a única exceção fui eu que sinceramente me aproximei para ver a gravidade do ferimento e a possibilidade desse animal morrer.

Mas isso não aconteceu! Cara de sorte! Apenas 22 anos, vindo do Bairro do Tietê Capital de São Paulo, para vir violentar família nessa cidade.

Porém não me refiro apenas a violência acima descrita, quero falar um pouco da violência moral a que fui submetida nesses últimos dias, que me fez até desanimar que escrever nesse meu espaço.

Algumas pessoas menos ocupadas, ou nem um pouco preocupadas com suas próprias vidas, encontram tempo de cuidar da minha vida.

Resido num condomínio onde a maioria das pessoas são aposentadas, algumas até mais jovem, mas que infelizmente ao invés de aproveitar o tempo de vida que lhes restam, preferem tomar conta dos meus afazeres do dia a dia.

Sabem exatamente hora que eu saio para trabalhar, que dia e hora estou voltando, se estou só ou acompanhada. Isso gerou uma roda de fofoca que prejudicou a minha vida, tanto que precisei contratar uma advogada para colocar FIM NA INVASÃO DE MINHA PRIVACIDADE.

Há alguns meses eu já tive minha vida invadida por um cidadão que teve acesso a informações pessoais, e se encarregou de divulgar para outras pessoas e minha vida virou um inferno. 

Tem razão uma pessoa que me diz> "Nessa vida precisamos ter por perto um  bom médico e um advogado."

Esse é um tipo de violência que pode não matar, porém, nos enche de tristezas principalmente porque cada ser humano deve e tem o direito de ser respeitado em sua integridade moral.

Espero que meus problemas pessoais não preocupem tantos os desocupados (as) > me esqueçam e tomem atento que a vida é por demais curta, deve ser vivida com o mínimo de honra e caráter. 

E que agradeço o interesse pela minha conduta pessoal, mas dispenso esse tipo de ajuda, não preciso de "fiscais" tomando conta de minha pessoa. 



Sônia. 

2 de julho de 2013

A GLORIA

imagem web

Algo mágico acontece ao espírito humano, uma sensação de calma nos invade, quando não mais precisamos de toda a atenção voltada para nós e conseguimos deixar a GLORIA para os outros.

O nosso EGOCENTRISMO faz com que sentimos uma necessidade de atenção, como: “Olhe para mim”, “Sou especial”, “Minha história é mais interessantes que a sua.”

Essa é a nossa voz interior que nos inspira a pensar que as nossas realizações são melhores do que as dos outros. Seria o nosso EGO, a parte  que deseja ser vista, ouvida, respeitada, considerada especial, e muitas vezes até interrompe uma conversa na qual alguém esteja contando a SUA HISTÓRIA.

Quando isso acontece sutilmente diminui a alegria que se tem em partilhar, e aumenta a distancia entre você e outras pessoas, e aí todos saem perdendo.

Embora seja difícil de praticar seria altamente satisfatório sermos capazes de ter calma, confiança e abdicar da necessidade de atenções, e observando os outros perceber quanta alegria pode existir na GLORIA DO OUTRO.

Ao invés de dizer: “eu também já fiz ou tive isso”, diga: “conte mais, isso é muito interessante” e assim as pessoas terão muito mais prazer de interagir com você.

Dessa forma podemos ainda conseguir uma PAZ MENTAL adquirindo a capacidade de viver o momento presente, independente do que aconteceu ontem, ano passado, ou ainda o possa a vir nos acontecer no futuro.

Muitas vezes aprendemos a arte neurótica de perder as nossas vidas nos preocupando com tudo ao mesmo tempo, deixando problemas passamos ou preocupações futuras ocupar a nossa mente, nos tornando ansiosos, frustrados, deprimidos e até desesperançados.

Agindo assim, deixamos nossa satisfação, prioridades, felicidade de lado, nos convencendo de que “algum dia” será melhor que hoje. John Lennon disse: “A vida é algo que acontece enquanto estamos ocupados fazendo outros planos”. Quando nos preocupamos com “outros planos” nossos amigos estão felizes, vivendo, amando, e outras pessoas que amamos podem estar mudando, morrendo, e nosso sonhos se evanescendo.

Ou seja, não estamos usufruindo da nossa vida.
‘AGORA’ é o Único momento que temos.

Sonia.



26 de junho de 2013

FELIZ ANIVERSARIO!!

álbum particular
Foto do meu local de trabalho

Há muitos anos uma mulher trazia uma criança à vida, não sabia ainda ela que seria tão complicada, geniosa, teimosa, persistente, e trabalhadeira.

Para lhe poupar devido a pouca saúde, não ensinou a cozinhar, lavar, passar, mas colocou para trabalhar em escritório com 12 anos, sem tetas ainda. Uma criança!

Mas como foi bom aprender desde cedo a dar valor às conquistas com seus próprios recursos, a colaborar com a manutenção do lar, pagando PENSÃO, pois NAQUELA casa ninguém comia de graça, ou seja, sem pagar!

Nos finais de semana, tinha que levantar cedo para ir a feira com o pai, voltar com a compra, trocar de roupa e fazer o caminho de volta para assistir à missa das 8 horas.
Vida dura! Dormir até tarde nem pensar.

Após obrigação religiosa cumprida podia ir até a casa da avó Rachel há uma quadra de distancia, e lá passar o dia se quisesse, e sempre queria, vovó era um anjo, um doce.

Essa mãe, porém viveu muito pouco, nem deu tempo de vivenciar os sofrimentos de suas filhas, mas creio que na hora de minha morte estarei pensando ou chamando por ela. Hoje dá para entender porque DEUS leva algumas pessoas tão cedo para o céu; ela está dormindo sem saber quantas lágrimas já foram derramadas por essa sua cria.

Mas não dá para reclamar da vida, essa CRIA está com saúde, trabalhando ainda, e dizendo BOM DIA MINHA MÃE, olhando seu retrato sobre minha mesa da sala de estar.

Bom! Hoje é meu aniversário! PARABÉNS PARA MIM! e se minha mãezinha fosse viva 
teria orgulho de mim, venci as minhas batalhas mais duras, tentei educar um filho praticamente sozinha, de contadora virei técnica de enfermagem (olha que extremo) tudo isso por necessidade mesmo.

Consegui viver dignamente até aqui,  Ah! Aprendi a cozinhar, e minha casa é um primor!
Teve alguém em minha vida que muito me ajudou a ser dona de casa, esse foi o pai de meu filho, a mãe dele (minha sogra) me ensinou muita coisa. Abraço dona Lina. Te amo.

Sonia (eu), como ninguém vai se lembrar de você tenha um bom dia, e feliz aniversario, que muitas pessoas consigam chegar a sua idade com a disposição que você tem.

AH! Eu sou muito legal, vaidosa, meio chatinha! Mas, trabalho demais, quando deveria já estar aposentada.

PARABÉNS A VOCÊ  NESTA DATA QUERIDA, MUITAS FELICIDADES, E MUITOS ANOS DE VIDA.

DEU PARA PERCEBER QUE EU ME AMO, E TIREI ESSE DIA SOMENTE PARA FICAR TRANQUILA E NÃO ME ABORRECER. 

AGRADEÇO A MINHA GRANDE AMIGA CRISTINA QUE SE LEMBROU DE MIM AGORA A POUCO MESMO, UM DIA ANTES, E JÁ MARCAMOS PARA IRMOS A CASA DA SOBREMESA, COM DIREITO A PRESENTE E TUDO.

AGRADEÇO A UM AMIGO, QUE NÃO POSSO MENCIONAR O NOME, PELO PRESENTE QUE JÁ ME DEU, É LINDO! OBRIGADA. 

Agradeço ainda a Deus por ter me dado a oportunidade de conhecer as minhas novas colegas de trabalho, Maria Adriana, Patricia, Vanessa, Elaine, Dayane, Mayara, Neide, Eliete, Sebastião, Luciana, Andréia, Patricia(ortope), Silvana (SME) 
Henrique, Jadir, e se esqueci algum nome é porque já tomei meia garrafa de vinho. 

De Sonia, Para Sonia.


22 de junho de 2013

ESQUECER...



foto album pessoal
Percebi que você sou eu,
quanto mais tento esquecer,
mais penso...pensando em mim, lembro voce...

Lembro,
dos beijos,
abraços,
sorrisos,
brincadeiras,
entregas,
enfim, o amor que nos uniu um dia.

Assim,
pensando em voce,
está em mim a todo instante,
tudo que vejo, queria estar junto a si
então está colado em mim!

Você para mim? sou eu!

Um dia tudo isso pode mudar,
mas o tempo é sempre curto
Mesmo assim,

Você para mim? sou eu!

De Sônia, para VOCÊ!

20 de junho de 2013

ENTRE A VIDA E A MORTE

imagem web

Hoje penso que passei uma boa parte da vida sem conhecer o outro lado da vida: daqueles que estão entre a vida e a morte.

Somente observando a vulnerabilidade humana diante de uma doença, de um procedimento cirúrgico que por mais experiente que seja o profissional é sempre uma caixinha de surpresa > tomei atento quanto a minha vida foi boa até agora, meu pai já idoso com 93 anos, muito saudável, e eu raramente tenho problemas de saúde.

Mas a quantidade de gente que precisa de tratamento médico especializado é uma demanda muito grande nessa cidade de Campinas SP Brasil, pois para aqui vem pessoas de cidades vizinhas, e até mesmo de outros Estados.

Olhando a vida por esse âmbito, posso dizer que sou muito feliz! Tenho tudo que preciso, posso viver com a tranquilidade de um emprego seguro, e a consciência tranquila de ter feito sempre o melhor possível na minha área de atuação > enfermagem. 

Dessa forma de que mais eu preciso para estar feliz? Tenho bons amigos e amigas de trabalho, gosto do que eu posso fazer pelas pessoas mais necessitadas, e cumpro fielmente minhas obrigações.

Porém, precisei a aprender a trabalhar com a possibilidade de ver pessoas ENTRE A VIDA E A MORTE.

Sonia. 




12 de junho de 2013

DIA DOS NAMORADOS/ 2013

WEB IMAGEM

Ontem o dia estava ensolarado, saí à rua na esperança de vê-lo mesmo de longe, não o vi,
à noite enquanto trabalhava e meu pensamento era só seu, chovia muito, parecia que o céu 
despencava tão triste todas as minhas lágrimas de saudade, amor que tenho por você.

Por questão de ética não menciono o seu nome, mas você sabe quem é VOCÊ. Então escrevi
um trecho de música que me veio à cabeça, e lembre-se que há dois anos eu lhe falei que 
mesmo demorando 250 anos eu lhe encontraria novamente, agora só falta 248 anos. O tempo
passa, só meu amor continua fortalecido pela esperança de uma nova vida, com você é claro
mesmo demorando tudo isso.

É tão difícil olhar o mundo e ver
O que ainda existe
Pois sem você meu mundo é diferente
Minha alegria é triste

Quantas vezes você disse que me amava tanto
Quantas vezes eu enxuguei o seu pranto
E agora eu choro só sem ter você aqui

Esqueceu de tanta coisa que um dia me falou
Tanta coisa que somente entre nós dois ficou
Eu acho que você já nem se lembra mais

EU LHE AMO QUERIDO!!

Sonia. 

10 de junho de 2013

HOMOSSEXUALISMO

A respeito desse assunto, tem um fórum de discussão, cujo link, coloco abaixo.

Trata-se de uma página especifica do amigo Paulo. 

http://paulotamburrosexo.blogspot.com.br/

NA RETA FINAL / MORTE


Album particular(foto)
Há alguns anos, quando minha querida mãe morreu, os hospitais públicos não mantinham leitos para doentes terminais; isso já faz 34 anos. Esse doentes terminais eram tratados em casa pela família, que como a minha, nos privamos de algumas coisas para pagar um cuidador.

Há 18 anos, já haviam leitos de suporte do SUS para essas pessoas, é o que tratamos em texto anterior como CUIDADOS PALIATIVOS.


Muitas pessoas idosas são internadas com problemas de saúde na rede pública de Campinas SP, e algumas delas vêm de famílias "poderosas" mas que não querem gastar seu dinheiro com hospitais particulares, mesmo porque os CONVÊNIOS MÉDICOS não preveem internação prolongada para esses casos mais graves.


Casos graves À gravíssimos acabam mesmo nos hospitais SUS. Ali os idosos são DEIXADOS por sua família, e estou me referindo a aquelas bem estáveis com poder aquisitivo, que ainda fazem exigências quanto ao tratamento dispensado.

Ocorre que no sistema de saúde SUS todos os pacientes tem direitos iguais, venham de onde vier, e ninguém tem direito a tratamento especial mesmo com exigências, porque os profissionais de saúde SUS são HUMANIZADOS, isto significa que não é pelo STATUS social que haverá diferenças de tratamento.

Li um texto em um blog cujo endereço está aqui: http://kidureza.blogspot.com sobre a situação dos idosos nos asilos, casas de repouso, lares dos idosos, ou seja lá o nome que leva dependendo do PREÇO. 

Na minha opinião um idoso saudável que não tem condições de viver só porque os familiares trabalham, ou mesmo não o querem, poderia até ficar se quisesse num desses recantos dos idosos. Mas é um pecado! Nossos pais, avós e outros familiares se desdobraram em cuidados DIAS E NOITES, com frio ou calor para cuidar de seus filhinhos, e depois que envelhecem são deixados de lado, assim como uma coisa que incomoda muito, dá trabalho e ninguém tem tempo. Todos estão muitos ocupados!

Para quem não sabe, os cuidados dos pacientes que estão " NA RETA FINAL ", é muito triste porque a maior parte do tempo eles ficam SEDADOS, consumindo drogas paliativas que aliviam as dores, os seus banhos são dados com paninhos molhados no próprio leito.
Em momentos raros de confusão mental e lucidez, chamam pelas suas mães> imagine um velhinho(a) de 80 anos a mais, chamando pela sua mãezinha! É de doer o coração!

Quem sabe uma MEDIDA PALIATIVA para as famílias que podem pagar seria contratar um cuidador e manter o idoso no próprio lar?

Quem de nós,  gostaria de ser deixado aos cuidados dos hospitais nos últimos dias de nossas vidas, sozinhos, sem ninguém a não ser os médicos e equipes de enfermagem?

É bom começar a pensar nisso, porque o IDOSO necessita de cuidados tanto quanto uma 
CRIANÇA.

A NOSSA VIDA É NASCER, CRESCER, E MORRER. 

FOTO DO TEXTO:> Dr. Antonio do Carmo Pinto, médico, aposentado, que cuidou de sua querida mãezinha Sra. Adelina que faleceu em sua casa aos 95 anos de idade. 

Sônia.  

9 de junho de 2013

CUIDADOS PALIATIVOS


imagem web
Desde o ano de 2010 entrou em vigor um novo código de ética médica. 
Atualizou a prática médica para este inicio de século XXI, e entre os 25 princípios fundamentais, o de número XXII introduziu uma importante medida de ética médica,
Vejamos:

Nas situações clínicas irreversíveis e terminais, o médico evitará a realização de procedimentos diagnósticos e terapêuticos desnecessários e propiciará aos pacientes sob a sua atenção todos os cuidados paliativos apropriados.

Trata-se da admissão do princípio da finitude humana.

Se olharmos para o Código de Ética médica anterior, de 1988, entre os 19 princípios elencados - por incrível que pareça - o paciente nunca morre!

Sonia. 

5 de junho de 2013

Lembranças


imagem web

Ao pisar muitas vezes não encontro o chão...
tento caminhar, não visualizo a estrada!
e quando tento sorrir logo vem as lágrimas...

Os sonhos se tornaram pesadelos,
as luzes se apagam...
nessa escuridão procuro encontrar meu "EU"...
se é que ainda existe!

Os fantasmas atacam com a voracidade de tigres famintos!
a luta é desigual, minhas forças estão se esvaindo.
( abril de 2009 )

VOCÊ!

Sabe como ninguém a arte da conquista através das palavras... 
Onde ninguém compreende, VOCÊ tira forcas para compreensão!
Naã se abala com pequenas coisas, enquanto a maioria desata em criticas!
Insiste bravamente naquilo em que acredita, e luta muito por seus ideais.
Ainda que grande parte desacredite...
ISTO E VOCÊ! ( abril de 2009 )

MOMENTOS DIFÍCEIS

Somente nos  momentos mais difíceis de nossas vidas e que podemos distinguir as amizades verdadeiras, sem cobranças, nem pedir nada em troca!
Essas pessoas existem, poucas, mas existem!
E a existência delas que as vezes aparecem em nossas vidas e custamos a acreditar,
sabe porque?.. Porque estamos acostumados com a revolta, a falta de compreensão 
e a insensatez. Quando encontramos parece um sonho!
Mas VOCÊ EXISTE! ( abril de 2009 ).   

Obs. Estes trechos carinhosos foram escritos em meu caderno de recordações por 
alguém que me amou, e eu nunca deixei de ama-lo.

Os erros de acentuação e ortografia são por conta do meu teclado que esta com defeito.    

Sonia.  






26 de maio de 2013

IDOSOS E SEUS CANTINHOS

Hoje, domingo pela manhã, após uma noite toda de trabalho em hospital, fui meio que apressadamente ao hipermercado para algumas compras básicas.

Adentrei a um dos corredores onde pretendia pegar uma mercadoria e duas mulheres começaram um diálogo ( que além de me atrapalhar, me incomodou bastante).

> Oi! como vai? a quanto tempo...
< Olá, é mesmo depois que me mudei não nos vimos mais...
> Então estou quase me mudando também! 
< É mesmo? e a "vovó" como vai?
> A coitada! está triste com a nossa mudança, mas eu expliquei a ela: olha, vovó, tudo vais continuar igual, lá na casa nova a senhora vai ter o " seu cantinho, com sua caminha, televisãozinha, cadeirinha, armarinho, tudo como é aqui em casa, bem limpinho..."
< Ela se acostuma: os velhos são assim mesmo criam raízes, cuidado apenas para não deixar que entre em DEPRESSÃO.

Nesse momento desisti da minha compra, e peguei apenas o necessário, e refleti: porque as pessoas "normais" acham que tudo que os idosos precisam tem que ser "pequenininho"?

Costumo pensar que os mais jovens, acreditam que nunca irão envelhecer, e nem sequer pensam que poderão ofertar a eles tudo aquilo que ofertaram aos seus velhinhos.

sonia.  

15 de maio de 2013

PRONTOS SOCORROS X UBS CAMPINAS SP


imagem web
Nunca os prontos socorros dos hospitais públicos de Campinas SP estiveram tão lotados com uma demanda espontânea aumentando a cada dia, e pelo que se tem constatado pelas opiniões dos próprios pacientes, os mesmos vêm a procura de assistência médica por não terem acesso ao atendimento contínuo nas UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE.


Afinal para que servem as UBS DE CAMPINAS, apenas alguns sortudos têm a possibilidade e com muita sorte, ter uma consulta agendada com clinico geral, pediatra, ou ginecologista.

Por quê? É assim> o cidadão chega ao Centro de Saúde (UBS) e se dirige à recepção para marcar uma consulta. Nesse momento ele é questionado pela atendente qual é o seu local de residência e se tem um comprovante de endereço.

Isso feito, é claro que uma pessoa doente e necessitada de um médico, sai de casa desprevenida apenas com seu DOCUMENTO DE IDENTIDADE, e então recebe essa orientação: “ Nós vamos preencher seus dados num cadastro provisório, e o senhor (a) aguarda a visita de um AGENTE  DE SAÚDE  que irá constatar se o endereço é fidedigno.( OBS:  todos os agentes de saúde estão sobrecarregados com a BUSCA ATIVA devido a epidemia de dengue em nossa cidade...). 

Ou seja, o agente de saúde vai ao endereço fornecido para constatar se o cidadão reside onde informou, ou está mentindo para ser atendido. Isso quando acabar e se isso acontecer: acabar a busca de criadouros de dengue, busca ativa, seja lá o nome que querem dar, é tudo a mesma coisa. 

O que o POVO IGNORA, é que a CARTILHA DO SUS, é claro: TODO CIDADÃO TEM DIREITO A SAÚDE INDEPENDENTE DE SEU ENDEREÇO.

Acontece que o CURSO " PAIDÉIA SAÚDE DA FAMÍLIA",  que treinou funcionários lá pelos idos de 1997, dividiu as regiões de Campinas em DISTRITOS, e neles seus bairros, e com isso dificultou o acesso das pessoas, que  precisam provar onde residem e depois serem atendidos.

O CS CAPIVARI encaminhou uma paciente com CÓLICA RENAL AGUDA, AO HOSPITAL MUNICIPAL, ALEGANDO NÃO TER NENHUM MÉDICO PARA ATENDÊ-LA! Numa segunda feira de manhã! Por volta de 10 horas mais ou menos.

O que é isso uma brincadeira?

Eu fui constatar em dois postos de saúde, um na região sul, outros na região norte de Campinas, não consegui ser atendida nem sequer pela ENFERMEIRA QUE ME ENCAMINHOU A UM AGENTE DE SAÚDE PARA OUVIR MINHA QUEIXA E ME INFORMAR QUE PRIMEIRO TEM QUE CONSTATAR A VERACIDADE DE MEU ENDEREÇO.

Mesma coisa acontece nas farmácias das UBS, a receita tem que ser do próprio posto, ou comprovar o endereço.

O CS AURÉLIA, em Campinas, desapareceu com meu prontuário medico depois de constatar que eu havia mudado de endereço, e PIOR, NINGUEM SABE ONDE ESTÃO ESSES DOCUMENTOS.

E agora Secretaria de Saúde, onde estão meus documentos, eu tinha um prontuário médico numerado! Não existe mais! No CS Faria Lima a mesma coisa!

E olha que eu conheço como tudo isso funciona, imagine a população como sofre diante de situações como estas.

Vai aqui uma dica: ao se dirigir a uma UBS DE CAMPINAS, levem comprovante de endereço, conta de água, luz em seu nome ou pai e mãe, ou esposo, e leva então a certidão de casamento para provar que o cidadão é seu esposo mesmo. E MUITO BOA SORTE.

Sugestão Á SECRETARIA DE SAÚDE: "manda alguém da confiança de vocês procurar uma UBS e confirmar a veracidade do meu relato. 

Sonia.  



11 de maio de 2013

MAYARA CASTRO ARAUJO COSTA


imagem web
Quando você chegou, era apenas mais uma colega de trabalho, os dias passaram e nos deu a notícia: estou grávida.

Uma curiosidade de saber se era menino ou menina, mas desde o começo eu já havia lhe dito > será uma menina.

Hoje estamos todas esperando a JULIA, você está linda, e a todo instante, quando está tranquila sentada numa cadeira, ou em pé conversando com as colegas, eu noto que as suas mãozinhas estão sempre a acariciar  a querida filhinha. Que lindo!

O Samuel tem sorte, tem uma mãe carinhosa!
Mais alguns meses, e veremos o anjinho Julia em seus braços.

EU LHE DESEJO UM FELIZ DIA DAS MÃES!

Uma singela homenagem a amiga Mayara.

9 de maio de 2013

GATO NA LINHA

foto web

Comunico as pessoas que acessam a esse espaço, que escrevo para utilidade pública, alguns textos são direcionados a reflexões e poesias, porém, alguma coisa de muito estranha está acontecendo com a estrutura do meu blog, pois, estou com dificuldade de POSTAR COMENTÁRIOS.

A impressão que tenho é que meu espaço foi invadido por algum hacker que deve ter alterado a estrutura do blog, como não fui eu que planejei o meu próprio espaço, pois, não entendo nada de informática e internet ( foi outro blogueiro que fez a gentileza de montá-lo para mim) não sei ao certo a quem denunciar o problema. 

Procurarei no entanto encontrar um profissional para resolver a pendenga. Enquanto isso continuarei a postar meus artigos conforme o meu tempo disponível. 

Enfim, isso é apenas um comunicado, pois tenho deixado de visitar vários blogs por esse motivo.

Grata sonia.  

5 de maio de 2013

ALEGRIAS E GLORIAS

imagem web

Alguma sensação mágica e de calma  acontece no espírito humano quando não mais precisamos de toda a atenção voltada para nós  e conseguimos a GLORIA para os outros.

A necessidade excessiva de atenção vem no nosso egocentrismo que nos diz: "Olhe para mim! Sou especial. A minha história é mais interessante que a sua." Essa é a voz interior que talvez não saia e diga isso, mas quer que acreditemos que nossas realizações, crenças, teorias, sejam mais importantes que as dos outros."

O "ego" é aquela parte de nós que deseja ser vista, ouvida, respeitada, considerada especial, e frequentemente > AS CUSTAS DE ALGUÉM. É a nossa parte que interrompe a história que alguém está contando, ou que impacientemente espera a vez de falar para que a conversa e a atenção voltem a girar em torno de nós> infelizmente em graus diferentes esse é um hábito até que comum. 

Quando mergulhamos e recuperamos a conversa para nossos domínios estamos aumentando a distância entre nós e os outros, e aí todos perdem.

Sempre que alguém nos conta uma história ou deseja dividir uma realização conosco, devemos perceber a nossa tendencia de contar algo a nosso próprio respeito, como recompensa. 

É preciso abdicar da necessidade da atenção, para podermos aproveitar a alegria que existe na glória dos outros. Quando ouvimos e dizemos> que maravilha! ou conte mais! estamos dando a oportunidade das pessoas que falam, sentirem o prazer de nos contar alguma coisa. 

Em algumas ocasiões é absolutamente normal e apropriado trocar experiências, dividir as glórias e as atenções ao invés de doá-la aos outros.

Agindo e ponderando, haverá uma confiança interior em consequência da permissividade dada aos outros de poderem falar, ser ouvido, e nós aproveitarmos esses momentos plenamente. 

Texto baseado em meu caderno de reflexões. 

Sonia