14 de fevereiro de 2014

PAULO CESAR TINGA

Imagem web

O que difere um ser humano de outro? Cor, raça, profissão? Não! Apenas o caráter, o senso de humanidade e irmandade, e me parece que esses valores estão sendo esquecidos.


Seria por causa da violência que impera no mundo? Não! Porque algumas atitudes como o RACISMO torna um homem, ou um estádio de futebol inteiro em animais.

Aqueles que imitaram macacos para ofender o Jogador TINGA não somente demonstraram racismo, como irracionalidade, sim porque os próprios imitadores pareciam macacos, não eram humanos se divertindo infelizmente.

Quero dizer que branco, negro, amarelo, ou uma mistura de tudo isso, é apenas uma diferença de cor na pele, porque se passarmos um bisturi no meio deles são todos iguais, todos com os mesmos órgãos, inclusive coração e estes não tem diferença na cor, o sangue é vermelho para todos.

Quando é que os povos irão entender que estão voltando a IDADE DA PEDRA?

Esses absurdos acontecem em alguns países, estádios, mas PAULO CESAR TINGA, pode se orgulhar porque quando jogou na ALEMANHA entre 2006 e 2010, disse ter sido tratado com respeito sempre. O país das grandes guerras e combates, humanizado.

O jogador declarou logo após o jogo que lamentava o ocorrido, não esperava por uma recepção rústica por parte da torcida, e que isso já lhe havia acontecido em 2005 quando defendia o Internacional em um jogo contra o JUVENTUDE EM CAXIAS/RS.

Educação e respeito todos querem e gostam, então é bom que seja recíproco, porque para DEUS TODOS SOMOS IGUAIS.

Gostaria de ter a esperança que a COPA DO MUNDO NO BRASIL, será um evento divertido, mas tenho meus medos e dúvidas, partindo da análise da violência que tem acontecido ultimamente.

Sonia. 



Postar um comentário