20 de agosto de 2011

CONSTRANGIMENTOS/ ASSÉDIOS

web
São palavras conhecidas no mercado de trabalho, são práticas constantes contra os funcionários, tanto faz se público ou de empresa privada.
Esse país é tão de brincadeira, as nossas leis são tão reversas, que voce é obrigado a ignorar caso aconteça com voce; porque aí de quem abrir a boca, reclamar, ou até contratar um advogado para mover ação contra o " constrangedor, ou assediador".
Infelizmente o poder, por menor que seja, basta apenas a nomeação de um cidadão como "líder" de quaisquer setor ou trabalho, pode ter certeza que lá vem o "abuso do poder". E por mais insignificante que pareça a sua função, tenha a certeza que a corda arrebenta para o lado mais fraco "o empregado".
No serviço público então, é tão nojento que cheguei a ouvir: " todo funcionário tem que se adequar ao sistema, que é esse aí; não discutir sobre qualquer assunto com a chefia, muito menos sobre o desempenho do trabalho, e sofrendo assédio ou constrangimento, faz de conta que não é com voce: porque quem perde é o mais fraco.
O mais fraco é o funcionário que trabalha debaixo de ordem de "chefia", porque se chegou nessa função não foi por capacidade e sim por "apadrinhamento". então o gestor, gerente, ou seja lá o nome que se der a esse cidadão, "ele (a)" é a parte mais forte: CHEFE SEMPRE TEM RAZÃO.
Se o sofredor dessa "pouca vergonha", se arriscar a contratar um advogado, aí sim verá que é tão pequeno diante do sistema, que o próprio advogado não falará mais com ele. Até o "homem das Leis" baixa a cabeça para o seu CHEFE AGRESSOR.
Isso não é coisa da minha cabeça, infelizmente foi a orientação que me passaram diante de uma situação complicada em que me encontro.
Sonia.
Postar um comentário