11 de janeiro de 2013

DOAÇÃO DE ÓRGÃOS


imagem web
Esse é um texto cujo objetivo é nortear as pessoas sobre doação de órgãos. 

Primeiro para ser um doador tem que manifestar essa vontade colocando em seus documentos pessoais “ sou doador de órgãos” isso tem que ser de forma legal >  deve estar subscrito em seu documento de Identidade pelo departamento expedidor da mesma.

É preciso também que a família tome conhecimento de sua vontade, concorde e assine documentos caso aconteça um momento de óbito na sua vida, e que seja possível a captação de seus órgãos.

Existe uma lista a nível NACIONAL de pessoas que necessitam de transplantes de órgãos e está à espera do doador, que poderá ser você, eu, alguém de nossa família. Essa lista é controlada pelo Ministério da Saúde, não há fraudes com certeza. 

Todo esse tramite, desde que constatada a morte cerebral é cuidadosamente elaborada e os profissionais médicos capacitados  são imediatamente convocados.

O cuidado com o paciente é minucioso, respeitoso, e recebe o mesmo atendimento de um paciente vivo, que irá passar por uma cirurgia, ou seja, recebe anestesia geral, entubação, ventilação, soroterapia  e somente depois é que começa o processo de captação.

Uma só pessoa pode doar:
1)      02 córneas
2)      02 pulmões
3)      01 fígado
4)      02 rins
5)      Coração.

Assim uma pessoa já sem vida, poderá dar a chance de recuperação para 08 pessoas doentes e que necessitam dos seus órgãos para sobreviver.

Pensando do lado humano, veja que o órgão doado que será deteriorado pós-morte, estará funcionando em outra pessoa > olha que coisa maravilhosa, Deus na sua grande Bondade e Sabedoria está abençoando um ato de amor ao próximo, que Jesus veio ao mundo para nos ensinar.

DOE SEUS ÓRGÃOS, não tenha medo, eles serão entregues gratuitamente as pessoas necessitadas.

Esse é um trabalho sério, de profissionais responsáveis por seus atos e ações.

Sonia.




Postar um comentário