30 de março de 2011

>> QUEM SOU EU??

web
Quem sou eu? Quem é Deus? Passei um tempo lendo, refletindo, observando as pessoas e suas açoes/reações, e encontrei nas minhas leituras uma passagem interessante da criança e do idoso.

Vejam:
Um paciente idoso que estava saindo de uma crise psicótica, abatido pelas rejeições sociais, queria ansiosamente ver DEUS. Saindo pelas ruas, parou numa praça e viu uma criança que corria livremente, parecendo a mais feliz do mundo.

De repente, a criança, parou diante dele, fitou-o e abriu um sorriso radiante, singelo e meigo. Os olhares se cruzaram gerando um momento mágico. Extasiado, o paciente voltou para casa e disse aos seus familiares que vira Deus e que ele estava na pele de uma criança. Pensaram em interná-lo novamente.

A criança, por sua vez, chegou em casa com o rosto iluminado. Correu até o seu pai, abraçou-o alegremente e disse-lhe também que tinha visto DEUS.
Perturbado, o pai indagou:"Quem voce viu? Quem era ele?"
Com entusiasmo, ela descreveu um homem de cabelos soltos e brancos. Seu olhar era penetrante, muito distante e ao mesmo tempo muito próximo. Parecia muito estranho e tão dócil, e tinha uma ternura indescritível. O "psicótico" e a criança viram DEUS nos gestos e olhares um do outro.

O amor tem uma capacidade muito maior de imprimir marcas e traços do que os pincéis, lâminas, notas musicais e as idéias.
Mas como posso amar os outros se não tiver uma relação afetiva e carinhosa comigo mesma e minha própria existencia.


" Estou lendo, refletindo, revendo toda a história da minha vida, aproveitar as boas experiencias, e descartar os acontecimentos, momentos, pessoas, que por mim passaram, e nada de bom deixaram, para que eu possa melhorar o passo a passo da sabedoria."


Obs: Os quatro primeiros parágrafos desse texto, é parte do Livro "A Sabedoria Nossa de cada dia", do autor "Augusto Cury".






Postar um comentário