20 de junho de 2012

FITOTERAPIA


web
O uso de plantas medicinais faz parte do conhecimento tradicional da humanidade e desde os tempos mais remotos vem sendo utilizada na prevenção e tratamento de seus males. O resgate desses valores culturais aliado aos conhecimentos científicos é recomendado pela OMS Organização Mundial de Saúde.

A fitoterapia é uma terapêutica caracterizada pelo uso de plantas medicinais em suas diferentes formas farmacêuticas sem a utilização de substancias isoladas, ainda que de origem vegetal.

Quando um paciente toma uma droga ativa (cópia sintética), talvez esteja se privando dos benefícios terapêuticos adicionais que obteria se tivesse ingerindo a planta curativa original.

É preciso cuidados na administração: “SE NÃO FIZER BEM, MAL NÃO FAZ” não é bem assim. As plantas medicinais podem apresentar algumas vezes efeitos indesejados, se não forem utilizadas da forma e quantidade orientada.

Os chás devem ser feitos e consumidos no mesmo dia, nunca guardados de um dia para outro.
Nunca substituir remédios químicos por remédios de plantas sem a orientação médica.
Também não se devem utilizar misturas de plantas sem orientação de um profissional da saúde que tenha  conhecimento de plantas medicinais, ou seja, médico HOMEOPATA.

Varias são as formas de utilização: GARGAREJO, CATAPLASMAS, OU COMPRESSAS.

O seu médico fará as orientações cabíveis.

A saúde não é mais atributo de uma profissão médica hiperespecializada, é sim uma tomada individual de consciência.

É contra indicado a auto medicação, procure sempre orientação médica


Fonte: Cartilha de fitoterapia

sonia 

Postar um comentário