15 de setembro de 2011

>> OS PAIS E OS ADOLESCENTES

web
Atualmente, talvez até por causa do "Estatuto do menor e do adolescente" os pais ficam meio inseguros quanto até que ponto podem ou devem interferir na vida de seus filhos adolescentes.

Dizem os psicólogos que a formação da personalidade começa após os 7 anos de idade quando os pequenos começam a ser alfabetizados. Outros dizem que inicia desde tenra idade, aprendendo a obedecer quando os pais dizem "não".

Acompanhei o crescimento de duas crianças bem próximas a família; uma menina e um menino, hoje com 12 e 16 anos, pude notar que aprenderam a obedecer os pais, e aprenderam tudo que a mãe ensinou, como higiene, educação com outros familiares, comportamento à mesa de alimentação, enfim, orientações de uma maneira geral.

Porém, o casal separou-se e cada um tem um novo companheiro(a). Passados alguns meses, já se notava a mudança no comportamento, higiene, educação no tratamento com as pessoas.

Crianças de pais separados, com guarda compartilhada ficam meio sem referencia porque cada casal toma suas atitudes em relação a educação de maneira diferente.

Mas, eu sou favorável a educação à maneira antiga:

1) Prioridade> escola

2) Indispensável > educação e respeito com colegas, e educadores.

3) Carater impecável > jamais mentir, subjugar colegas, desrespeitar as diferenças alheias.

4) Obedecer regras familiares em casa e na dos outros

5) Abstencão como castigo> se pais julgarem necessário, abster a criança do que mais gosta de fazer como castigo por um erro ou desobediencia.

Quem ler isso, pode achar que sou militar, mas aprendi criando praticamente sozinha um filho>> criança precisa de regras. E ponto, e basta; não me interessa o Estatuto, um tapinha na bunda dói menos que Benzetacil.

Tudo depende da época na nossa vida. Quando eu era criança bastava um olhar de meus pais para eu saber se estava ou não usando o comportamento correto.

Apenas não tínhamos muita opções entre estudar e ir com os estudos até a faculdade, ou colocar dinheiro em casa trabalhando durante o dia.

Mas mesmo assim consegui estudar depois de casada, fiz meus cursos e que de nada me serviram, porque hoje eu sinto que trabalhei demais, ganhei pouco, e fiquei doente.

Aos jovens é necessário orientar como comportar-se no trabalho, para isso existem vários cursos rápidos de Administração ou Recursos Humanos.

Ainda que na prática pouco funcionam, o que interessa mesmo é ganhar experiencia de trabalho e sobrevivencia num ambiente onde existem chefes, líderes, e outros metidos a chefes. ( sem falar nos "puxa-sacos ).

Por isso é importante dar muita assistencia aos adolescentes, para aprenderem a se defender sem agressividade. É importante também, alguns princípios religiosos, isso ajuda muito a criança a entender que todos somos iguais perante Deus e estamos sujeitos a erros.

Errar é humano, não é defeito, por isso deve ser acolhido e orientado para não repetir o mesmo engano.

Importante lembrar que nos dias atuais é muito necessário dar uma boa assistencia e atenção as crianças, pois, se elas não tiverem em casa, certamente na rua haverá um "espertalhão" oferecendo uma boa conversa, e daí para a perdição é um passo. Não entregue seus filhos a sua própria sorte, eles precisam muito de voces, para não se perderem nas ilusões que a vida oferece.

Criar e educar filhos não tem misterio, basta o amor.

Com carinho, sonia.
Postar um comentário