14 de setembro de 2012

AUTOCRITICA/ COMPORTAMENTOS








Autocrítica é a avaliação de si próprio: ponderar suas condutas, julgar seus comportamentos, ajustar-se, refletir sobre suas ações, uma conjectura consigo mesmo. É uma postura madura de quem analisa sua vida como ser humano> um balanço de sua HONESTIDADE.

É o segredo de quem pensa nas conseqüências do seu comportamento, de quem é fiel à sua consciência, e imprime energia para traçar suas rotas, objetivos, e até seus sonhos.

É saber que a vida é breve para viver, e longa para cometer INJUSTIÇAS, tropeçar, falhar e desenvolver CONFLITOS. Nosso comportamento é a base para construirmos um futuro saudável alicerçado em um presente saudável.

O que importa é decifrar a Autocrítica. Por exemplo: Quem acha que o amor dura para sempre e não se preocupa em cultivá-lo poderá se assustar quando seu parceiro(a) perder o encanto e não lhe quiser mais em sua vida.

Quem pensa nas conseqüências dos seus gestos, de suas MENTIRAS, deveria saber >  as pessoas (principalmente as que nos amam) nos respeitam pela imagem que construímos dentro delas, e não  pelas palavras que proferimos fora delas. A imagem psíquica representa o grau de admiração, que por sua vez determina o impacto dos nossos atos > DESPREZO, MENTIRAS, E OMISSÕES. 

ATÉ AQUI ME REFIRO A ALGUÉM QUE ME FEZ SOFRER O IMPACTO DA MENTIRA >
QUE FAZ USO DA FERRAMENTA DA MÍDIA PARA COLOCAR IMAGENS PESSOAIS COM O INTUITO DE FERIR QUEM NÃO MERECIA SER ENGANADA (eu).

Abaixo é o que refleti sobre o meu “eu”, em conseqüência dos sofrimentos emocionais.

Há pessoas(como eu) que ficam retro alimentando em sua mente as perdas, rejeições, desapontamentos, preocupações durante meses, e contaminam seu inconsciente, se tornando infelizes, impedindo que a alegria de viver tome conta de seus dias.

>> Hoje ao iniciar a leitura de um livro, percebi quanto tempo de minha vida me permiti ser enganada, quanto fui humilhada, e das vezes que consegui expor meus sentimentos a quem não merecia.

Entendi que não fui inteligente o suficiente para amadurecer meus sentimentos, de entender o impossível, deixar minha vida passar inutilmente cultivando sentimentos mal direcionados ou resolvidos.
Em conseqüência disso, desci ao fundo do poço, e apenas consegui ver a luz, quando finalmente fui surpreendida da pior maneira possível: PELA INTERNET.

Isso tem a ver com minha vida pessoal, e espero que sirva de reflexão para o sofrimento por um sentimento inútil > o amor para quem não nos merece.

Um homem passou pela minha vida, mas nunca experimentou o sentimento do amor no relacionamento, que vive de aparências, que usa imagens como fachada de família feliz. Que passou uma vida pulando de galho em galho, fingindo ser feliz. Família unida,  que finge unida.

Sorrisos forçados, falsos. Pessoas que se dizem tão religiosas... Ah como o ser humano é pequeno, podre, desde a embalagem até o conteúdo, principalmente o conteúdo, embalagem se troca.  

Dos meus sonhos nada restou, creio que consegui finalmente passar o apagador na lousa de minha mente. Ou melhor, deixei cair a ficha do bom senso, da vergonha, da humilhação. 

É como uma cirurgia que necessita retirar o tumor: dói muito, mas passa. 

E  o tempo passou > O sonho acabou > Voce ficou no passado. Finalmente!

Sonia.

Postar um comentário