2 de novembro de 2010

>Dilma Presidente!?


Num país, em que um pai joga a própria filha pela janela, em que mulheres, como a advogada Dra. Mercia Nakagima é encontrada morta em uma lagoa, uma jovem é mutilada e assada em “Micro Ondas” (pilha de pneus incendiados) onde a vítima é colocada com “toda carinho”, onde pessoas morrem a espera de atendimento em prontos socorros, em que uma menina de 07 anos tem a cabeça decapitada e jogada no lixo por um “drogadinho” maldito, e mais ainda, onde um jogador de futebol, para não pagar pensão a seu filho, corta a namorada em pedaços, dá para os cachorros comerem, e ainda cimenta a coitada sei lá onde...

Como posso acreditar que a presidente Dilma, mulher, economista, que aparece grudada no Lula o tempo todo, irá comandar um país, que está na cara de quem quiser ver, receberá todas as coordenadas do então atual presidente?

Por experiência própria, afirmo que mulher no BRASIL, comandando uma equipe tem tudo para NÃO DAR CERTO.

Com certeza ela sofrerá assedio moral, intelectual, das raposas velhas de sempre. Se AQUILO LÁ EM BRASILIA fosse ruim e o PODER não subisse a cabeça colocando ETIQUETA na testa do TODO PODEROSO, o nosso atual presidente não iria se cansar tanto nessa campanha da DILMA, por nada, sem levar uma vantagem.

Porque brasileiro SO QUER LEVAR VANTAGEM. Essa é a verdade que as pessoas têm MEDO de dizer, e ter que agüentar a represália, e as críticas.

Eu acho que nesse país corrupto, mulher não terá nunca capacidade, neutralidade, independência para governar nada, e olha lá se consegue administrar a sua casa. Para provar isso, há comentários de prevalecer o Ministro da Saúde, nada contra, e muito menos a favor.

SINTO MUITO MULHERES!! Tenho pena até de mim.

Mas, como mulher, e por ter lutado a vida toda praticamente só, espero e desejo que a nossa Presidente tenha sorte, e consiga se desvencilhar das fraucatruas que provavelmente serão propostas pelas "raposas velhas".

Penso que ela arrumou Preocupações demais para a vida dela.

Acabo de ler nas páginas da UOL, que para poupar DILMA, o presidente LULA, já se dispos (se ela quiser) a tomar medidas economicas duras, aproveitando a popularidade dele, já que são medidas desagradáveis ao funcionalismo público, e a sociedade como um todo.

Contrariando o que disseram em campanha, DILMA E LULA, já discutiram medidas de ajuste fiscal e até monetária, porém, dizem que não serão tão drásticas como as de 2003 quando o mesmo assumiu o poder, e o país estava com problemas economicos mais graves.

(Sonia)

Postar um comentário