15 de julho de 2010

> Promiscuidade/ drogas

web Todos dos dias nos deparamos em jornais veiculados nas ruas e aqueles telejornais de todas as horas do dia até o final da noite, notícias cada vez mais tristes, sobre assassinatos, crueldade, promiscuidade, e drogas.

Há muito tempo, e também com informação de pessoas que já residiram em regiões do nosso país, principalmente nas mais pobres, meninas com idade até 10 anos são oferecidas a turistas para se prostituirem, ganhar um dinheirinho para família.

Pais que não tem meios de sobrevivencia vendem seus filhos a pedófilos, a turistas, e pessoas que por aí circulam procurando diversão sexual, tudo as custas de crianças que deveriam estar na escola, estudando, para ter uma vida digna.

Mas eu me pergunto: será que nessas regiões do Brasil tem escolas? Será que as crianças tem acesso a elas? Muitas devem residir em localidades onde nem sequer existe meios de transportes.

Quero chegar agora, na mídia. Quando temos um tempo para sentar após um dia de trabalho, geralmente ligamos a televisão, e lá vem notícias como estas dos últimos dias: "Garota de 25 anos é assassinada e sua carne é jogada ao cães", "Advogada é afogada em lagoa ou rio (sei lá), após levar um tiro no rosto". " Adolescente tem suas pernas cortadas, e é queimada em meio a pneus".

Ou então voce pára e assiste uma novela cuja estória, dá exemplos de como sacanear os patrões, ludibriar uma família camponesa e casar-se para usufruir do dinheiro da família, e ainda mais, voce aprende como um irmão drogado chega ao cúmulo de trair o próprio irmão trocando frascos de sangue em exame anti-doping(?).

Um pai ausente, rico e estúpido, traindo a própria mãe, e a mãe ultrajada pelo marido diante dos filhos. Belo exemplo.

A gente sabe que tudo isso existe, ainda mais num país de impunidade como o nosso, mas também não precisa veicular tudo isso num horário que ainda tem adolescentes assistindo televisão.

A crueldade, promiscuidade, e as drogas estão ficando tão vulgares, que deixou de ser um problema de extrema urgencia para ser tratado com seriedade.

E aí vem a Sra Dilma, mais o Presidente, prometendo cuidar dos menores drogados... COMO??? nós sabemos que a droga é uma droga mesmo, é quase impossível largar esse vício maldito. Seria necessario um investimento amplo, desde os cuidados com a família e necessariamente com a sociedade.

Porque as crianças se drogam? Porque estão nas ruas, nos cruzamentos? O que é feito dos pais deles, e por eles? Isso tudo não será resolvido para a copa de 2014. Todos esses bilhões para gastar em campos de futebol, seria necessário para aplicar em educação, segurança, e saúde. Depois... no resto.

Isso é que eu penso, hoje, nesse momento. Pode ser que esteja escrevendo bobagens, mas é assim.
Postar um comentário