4 de agosto de 2009

> Filhos - Amor e Dedicação para sempre

Quando meu filho nasceu com cesária programada para dezembro de 1982, exatamete dia 02, foi só alegria e a expectativa de um bebe de 4370 gramas, de 52 cm de altura. Dois dias depois estávamos em casa, mesmo carregado em meu ventre por 9 meses, era um novo ser, uma criaturinha que eu começaria a conhecer.
Foram difíceis os primeiros dias, eu não contava com ajuda de mãe e sogra porque já não as tinha mais, por isso "me virei nos 30"; não tinha nem noção de como cuidar de uma criança, pois ainda muito cedo me dediquei a trabalhar para ajudar meus pais, resumindo não aprendi nada de dona de casa, mãe, e tudo era muito confuso.
Enfim o tempo não, pára, ele cresceu e transcorreu tudo dentro da normalidade esperada para cada idade/fase, tanto físico como psicológico.
Aos 08 anos o pai dele faleceu, e daí em diante eu assumi literalmente o papel de pai e mãe, fiquei sózinha com ele, não tinha familiares, como não os tenho até hoje. A mãe mimava, o pai corrigia, e ambos ensinavam: ser correto, educado, amoroso, e de carácter íntegro.
O tempo passou, tudo aconteceu como se esperava, até a maioridade.
Começou a trabalhar muito cedo, e sempre contribuía muito para manutenção da casa, e nos finais de semana me ajudava muito nos afazeres dométicos.
Hoje, homen feito com 26 anos, responsável, casado, é um filho extremamente dedicado, amoroso, incapaz de uma grosseria qualquer, e muitas vezes eu até fico constrangida com tanta preocupação que tem comigo, desnecessariamente, porque sempre fui muito sózinha e me acostumei com isso.
Todos os dias esse filho maravilhoso que Deus me deu pela benção do Espírito Santo de Deus, vem a minha casa, para me abraçar, beijar e dedicar alguns minutos do seu tempo para ouvir sua mãe já tão cansada.
É extremo com a preocupação de que nada me falte, embora saiba que tenho um bom empregograças a Deus. Por isso todos os dias, eu me lembro de pedir a Deus que abençõe a vida dele, dando-lhe filhos maravilhosos como ele, pois, acredito que muitas mães gostariam de ter um filho tão agradecido e correto como o meu.
Hoje posso afirmar que sou muitíssimo feliz e orgulhosa por ter um filho tão legal.
" Essa é uma história real, apenas os detalhes são os sonhos que eu quis para minha vida"
Postar um comentário