20 de outubro de 2009

> A Solidão alimenta a Psique

Temos a tendencia superficial de achar que a solidão é uma característica doentia da personalidade. No entanto, a solidão é uma caraterística da personalidade humana

Ela só assume formas doentias quando não é superada, provocando isolamento, insegurança, timidez, fobia social, sentimento de inferioridade, reações depressivas, preocupação neurótica com o que os outros pensam e falam de nós, necessidade doentia de controle, obsessão insana pelo poder.

Em seu aspecto positivo, a solidão é a mola mestra que movimenta, consciente e inconscientemente, as construções intelectuais. Quanda usada de forma construtiva, ela estimula as relações socias, retira-nos do individualismo, cultiva a solidariedade, excita a tolerancia, realça o poder criativo.

A solidão pode nos levar a interiorização, a reflexão existencial e a correção de rotas de vida.

Há tres tipos de solidão que fazem parte da natureza psíquica de qualquer ser humano. A primeira é a inconsciente enquanto que as outras duas podem se manifestar conscientemente:

1) A Solidão gerada pela virtualidade da consciencia existencial

2) A solidão intrapsíquica

3) A solidão social



( Em outra postagem darei contimuidade )



Trechos do livro A Solidão de Deus - Antonio Cury
Postar um comentário