16 de julho de 2009

> Homofobia

Homo: expressa idéia de semelhança
Fobia: aversão, medo mórbido


Aqui na cidade de Campinas, interior do Estado de São Paulo, das 10 agressões contra homossexuais registradas em 2008 pela Secretaria Municipal de Assistência Social, apenas quatro registrou Boletim de Ocorrência. A falta de informação e o medo das represálias fazem a omissão das vítimas

Em 2008, 190 gays brasileiros foram assassinados.
Há história verídica que um aluno após concluir Curso de Teologia, confessou (dentro do confessionário) ser gay dia antes de sua ordenação para padre. Foi expulso.
A Igreja Católica é contrária ao uso de preservativos ou anticoncepcionais, baseado no Antigo Testamento onde se lê: “Amai-vos e procriai-vos”, e convenceu aos fiéis que sexo só serve para fazer filhos.

Amor, prazer, entrega, satisfação física, uma vez sendo o homem criatura gerada por DEUS, “ELE” sabia como esse organismo humano iria se manifestar. Correto? Será que em pleno século 21, DEUS, na plenitude de sua sabedoria, não diria ao povo “Amai-vos, usai preservativos, cuidai de sua saúde, e procriai-vos se vocês dois tiverem condições socioeconômica para dar ao seu filho, gerada por amor, as suas e as minhas imagem”

Sabe-se que uma mulher diabética gestante, por tomar muitos medicamentos específicos para tratamento de sua doença, poderá transmitir ao embrião mudanças radicais em relação a sexualidade como:
RN nasce com aparelho genital masculino, e seu cérebro recebe mutações podendo nascer com todos os pensamentos, atitudes, e trejeitos femininos? Ou vice-versa?

Ora que culpa terá essa mãe, e essa criaturinha de DEUS perfeito, por sofrer mutações decorrentes de moléstia? Ninguém é ou não gay porque acha legal, eles são o que nasceram, e Deus permitiu que nascessem, uma vez que são dotados de alma e espírito.

Acredito que DEUS na sua eterna Sabedoria e Onipotência acolheriam esses seres humanos com muito amor, sem preconceito, principalmente porque sabe que será incompreendido pela sociedade.

Todos nós, irmãos de Cristo, deveríamos nos ater a princípios mais importantes que acontece no mundo, e no futuro afetará nossos filhos e netos.

Sugeriria ensinar os filhos a conservar a natureza, recolher o seu lixo e colocar no lugar certo para não termos enchentes, dividir com as pessoas conhecimentos básicos recebidos dos pais de boa educação, solidariedade, cidadania.

“Agradeço ao jornalista Rogério Verzignasse do Jornal Correio Popular de Campinas SP, por ter me inspirado a escrever esse texto, de muita importância para os dias que vivenciamos atualmente.”
Postar um comentário